terça-feira, 24 de julho de 2012

Cinco mestres das cordas graves

Dadi Carvalho abre série dedicada a grandes baixistas brasileiros, com shows até novembro no CCBB

Para ser lembrado pelo público em geral, um baixista precisa se destacar muito em uma banda. Pois até novembro, eles serão o centro das atenções no CCBB, com a série "Aquele cara lá do baixo", que vai levar ao palco do Teatro 2 cinco grandes mestres brasileiros. A estreia fica por conta de ninguém menos que o carioca Dadi Carvalho, que iniciou a carreira ainda adolescente com os "Novos Baianos" e hoje é um dos baixistas mais elogiados do país.

"Para o ouvido leigo, o baixista é apenas o músico que costuma ficar mais para o fundo do palco e, ao contrário dos outros, raramente ganha frases para tocar sozinho e, enfim, sobressair", explica a jornalista e escritora Mônica Ramalho, criadora da série no CCBB. "Muitos só percebem o valor do contrabaixo quando ele sai de cena, embora, felizmente, há quem saiba que o coração da música pulsa ali, naquelas batidas robustas do instrumento", defende Monica.

Shows até novembro
Hoje (23 de julho), Dadi convida o irmão Mú Carvalho e apresenta o repertório autoral de seus dois últimos álbuns, "Dadi" (2005) e "Bem aqui" (2008), além de sucessos como "Dois perdidos", com letra de Arnaldo Antunes.
Dadi, que gravou todos os discos importantes do Novos Baianos, entre 1970 e 1975, já acompanhou Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones, na gravação de "Scarlet".

Desde 1980, o baixista atua nas principais turnês e discos de grandes artistas da MPB, como Caetano Veloso, Rita Lee e Marisa Monte.

Uma vez por mês, sempre às terças, o CCBB vai receber dois shows da série. Os próximos serão de Arthur Maia (21 de agosto), Bruce Henri (18 de setembro), André Vasconcellos (16 de outubro) e Jorge Helder (20 de novembro).

Lenda do jazz mundial, o americano Charles Mingus (1922-1979), que completaria 90 anos em 2012, também será lembrado na série.
- -
CCBB Rua Primeiro de Março, 66, Centro, RJ. Tel. 3808-2020.
[Fonte: http://www.destakjornal.com.br/noticias/diversao-arte/cinco-mestres-das-cordas-graves-151964/]

P.S.: Ele também foi membro da Banda do Zé Pretinho, do Jorge Ben Jor. É realmente muito bom, super recomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário